Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

SindusCon-SP na Batimat: Construção está ávida por receber inovações

Texto: Redação AECweb

Presidente traçou um histórico do desenvolvimento da construção nos últimos anos

08 de novembro de 2011 - “A construção civil, diante da situação de pleno emprego que ela vive, por não ter outra opção para aumentar sua produtividade e precisar investir na industrialização de seus processos, está ávida por receber inovações que melhorem a produtividade, para no médio prazo ofertar habitações de qualidade a um preço adequado à população brasileira.” A afirmação foi feita pelo presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, ao participar do Seminário Internacional Construbusiness, em 7 de novembro, em Paris, França, na abertura da Batimat 2011 – Salão Internacional da Construção.

O evento contou com a participação, entre outros, da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, que apresentou os planos de investimento em habitação e infraestrutura até 2014; e da secretária nacional da Habitação, Inês Magalhães, que destacou a convergência entre os entes governamentais federados e a iniciativa privada, para ofertar imóveis adequados à nova classe emergente do país.

O presidente do SindusCon-SP traçou um histórico do desenvolvimento da construção nos últimos anos: “Entre 2001 e 2005, o PIB do Brasil cresceu em média 2,8% ao ano. No mesmo período, o PIB da construção brasileira teve uma queda média de quase 1%. A partir de 2005, esse cenário sofreu uma grande transformação. Entre 2005 e 2010, o PIB brasileiro cresceu em média 4,4% e a construção 5,7%. Em 2011, a construção deve crescer mais 5%”, disse.

Watanabe também apontou que a taxa de desemprego na construção civil, nas principais regiões metropolitanas do Brasil, caiu a 2,3%. “Isto significa que o setor está vivendo uma situação de pleno emprego, que obriga a duas providências inadiáveis: aumento do seu grau de industrialização e maior qualificação da mão de obra.”

O presidente integra a Missão Empresarial Fiesp-SindusCon-SP à Batimat da qual também participam os vice-presidentes Mauricio Bianchi e Paulo Sanchez; o diretor de Relações Internacionais, Salvador Benevides; o presidente da CompraCon-SP, Alexandre de Oliveira, e o representante à Fiesp Sergio Porto. Também participaram do seminário que reuniu 250 pessoas, entre outros, o embaixador do Brasil na França, Mauricio Bustani; o diplomata Demétrio Bueno Carvalho, do Itamaraty; o presidente da Fiesp, Paulo Skaf; e o vice-presidente da federação José Carlos de Oliveira Lima.

A programação da Missão Empresarial prossegue hoje e nos próximos dias, com uma recepção na Embaixada do Brasil em Paris, visitas técnicas sobre o tema da sustentabilidade e cursos de especialização da Universidade Sorbonne.

Fonte: Sinduscon - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: