Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Sinduscon-SP pede maior participação da Caixa para atingir meta do Minha Casa

Texto: Redação AECweb

O pedido ocorre por conta do alto valor dos terrenos na capital paulistana

11 de fevereiro de 2011 - O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) decidiu pedir à Caixa a elevação dos valores pagos pelo banco para contratar a construção de habitações populares na segunda fase do Programa Minha Casa, Minha Vida.

O pedido, segundo Sergio Watanabe, presidente da entidade, ocorre por conta do alto valor dos terrenos na capital paulistana.

"Na primeira fase, o valor limite de R$ 52 mil por unidade foi insuficiente, o que fez a cidade com maior déficit habitacional do País não atingir a cota de contratações para famílias com renda entre zero e três salários mínimos", afirmou.

Amanhã, em São Paulo, a presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, vai divulgar os resultados do programa. Dados preliminares mostram que o número de unidades habitacionais em todo o País destinadas às famílias de baixa renda superou a cota de 400 mil.

Fonte: IG - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: