Sinduscon-SP vê 6,09% mais empregos no 1º semestre

Texto: Redação AECweb

Construção brasileira empregava até o final de junho 3,367 milhões de trabalhadores com carteira assinada

07 de agosto de 2012 - O número de pessoas empregadas na construção civil cresceu 6,09% no primeiro semestre no País, período em que foram criadas 193,4 mil vagas com carteira assinada no setor. Os dados fazem parte da pesquisa de emprego do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), feita em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e divulgada nesta segunda-feira.

Com as contratações, a construção brasileira empregava até o final de junho 3,367 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Desse total, 1,697 milhão estavam no Sudeste; 715 mil, no Nordeste; 474 mil, no Sul; 273 mil, no Centro-Oeste; e 206 mil, no Norte.

Nos últimos 12 meses encerrados em junho, ocorreram 207,9 mil contratações, um acréscimo de 6,58%.

Apenas no mês de junho, foram contratados 6,5 mil trabalhadores, uma leve alta de 0,19% ante maio. Na comparação mensal, o nível de emprego mostrou desaceleração pelo segundo mês consecutivo. Em maio, a expansão havia sido de 0,51%, em abril, de 1,41%, e em março, de 1,23%.

Em junho, o emprego na construção cresceu em relação a maio nas regiões Norte (2,73%) e Sudeste (0,13%). O indicador, porém, recuou nas regiões Sul (-0,12%) e Nordeste (-0,08%), e permaneceu praticamente estável no Centro-Oeste (-0,01%).

No Estado de São Paulo, o número de contratações na construção caiu 0,12% em junho frente a maio, com o corte de 1.055 vagas. No semestre, no entanto, foram contratados mais 40,3 mil (alta de 4,95%) no setor. Em 12 meses, houve contratação de 37,9 mil (alta de 4,63%) no Estado.

Fonte: Sinduscon - SP