Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Sobe para 4,7% os custos para obras

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

O valor médio por metro quadrado cobrado no País apresentou recuo de 0,12% em setembro

05 de outubro de 2015 - O custo da construção paulista subiu 0,19% em setembro ante agosto, totalizando R$ 1.225,07 por metro quadrado, e acumula alta de 4,74% em 2015. Em 12 meses, esse custo se elevou em 4 93%, conforme dados na última semana pelo SindusCon-SP e FGV.

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil do Estado de São Paulo é calculado sobre as obras não incluídas na desoneração da folha de pagamentos e reflete a variação dos custos das construtoras para a utilização nos reajustes dos contratos.

O custo com material de construção registrou alta de 0,36% em setembro, enquanto os custos administrativos avançaram 0,37% e com mão de obra tiveram elevação de 0,07% na base mensal. Em 12 meses, os avanços foram de 1,95% para material, 7,52% em administrativos e 6,73% em mão de obra.

Já nas obras incluídas na desoneração da folha de pagamentos, o CUB subiu 0,20% em setembro ante agosto, totalizando R$ 1.138,05 por metro quadrado. No ano, o indicador acumulou alta de 4,60%, enquanto no período de 12 meses até setembro a elevação chegou a 4,79%. "Não observamos nenhuma pressão nos custos da cesta de materiais e na mão de obra. O resultado segue dentro de esperado para o período", afirmou o vice-presidente de Economia do SindusCon-SP, Eduardo Zaidan.

Dentro da composição do indicador, os custos médios com materiais de construção aumentaram 0,36% em setembro ante agosto enquanto os de mão de obra subiram 0,08%. Já os custos administrativos aumentaram 0,37%, na mesma base de comparação. Em 12 meses, foram registrados aumentos de 6,73% nos custos com a mão de obra, de 1,95% nos material e de 7,52% nos gastos administrativos.

Preço em queda

Na contramão das altas para construir, o Índice FipeZap, que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20 cidades brasileiras, registrou em setembro a segunda queda nominal seguida de sua série histórica, iniciada em 2008. A baixa ficou em 0,12%. Na média, o preço do metro quadrado brasileiro chegou a R$ 7,604 mil.

Fonte: DCI
x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: