SP detalha investimentos em hidrovias

Texto: Redação AECweb

Redução de gargalos no sistema deve diminuir em 15% o tempo de viagem entre os terminais de São Simão e Pederneiras

08 de fevereiro de 2012 - O superintendente do Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo, Casemiro Tércio Carvalho, realizou em 6 de fevereiro uma detalhada apresentação sobre os investimentos previstos para a Hidrovia Tietê-Paraná e a ampliação do Porto de São Sebastião.

A apresentação, realizada no Instituto de Engenharia, contou com as presenças do presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe; o presidente da Sinaenco-SP, José Roberto Bernasconi; o presidente do Instituto de Engenharia, Aluizio Fagundes; vice-presidente da Apeop, Marcos Prado Borsari, e o diretor do Sinicesp, Hélcio Farias.

De acordo com Carvalho, a redução de gargalos no sistema deve diminuir em 15% o tempo de viagem entre os terminais de São Simão e Pederneiras, além de promover uma queda de 20% no custo do frete e gerar um aumento de 7% no volume de carga transportada. O cronograma de investimentos do governo para obras e projetos hidroviários prevê um orçamento de R$ 1,7 bilhão entre 2012 e 2015. Desse montante, R$ 178,8 milhões estão previstos para este ano e R$ 312,9 milhões no próximo.

Entre as obras em andamento, o coordenador destacou a ampliação dos vãos da SP 333 e SP 425, áreas de proteção na SP 255, SP 333 e SP 425, a eliminação de pontos altos Igaraçu e o Centro de Controle Operacional (CCO).

Fonte: Sinduscon - SP