Tamanho do imóvel do Minha Casa Minha Vida diminui em cinco anos

Texto: Redação AECweb

Imóveis do Minha Casa Minha Vida de vários tamanhos

17/02/2023 | 16:58 – O tamanho médio dos imóveis do programa Minha Casa Minha Vida é de 35,6 m². O número, referente aos lançamentos na cidade de São Paulo, foi levantado pelo Sindicato das Empresas de Compra, Venda e Administração de Imóveis (Secovi-SP) — a pedido do G1. O estudo mostra, ainda, que a área das unidades residenciais diminuiu 5,3 m² de 2018 a 2022.

Voltado para famílias com renda mensal de até R$ 8 mil (em centros urbanos), ou então, com ganhos anuais de até R$ 96 mil (para os habitantes do campo), o Minha Casa Minha Vida é dividido em três faixas — definidas de acordo com a renda familiar e o local de habitação.

  • Faixa Urbano 1 - renda familiar mensal até R$ 2.640
  • Faixa Urbano 2 - renda familiar mensal entre R$ 2.640,01 e R$ 4.400
  • Faixa Urbano 3 - renda familiar mensal entre R$ 4.400,01 e R$ 8.000


  • Faixa Rural 1 - renda familiar anual até R$ 31.680
  • Faixa Rural 2 - renda familiar anual entre R$ 31.680,01 e R$ 52.800
  • Faixa Rural 3 - renda familiar anual entre R$ 52.800,01 e R$ 96.000

De acordo com portaria publicada pelo Governo Federal no último dia 13 de abril, a meta do Minha Casa Minha Vida é atender 2 milhões de famílias até 2026.

O problema da habitação no país é refletido em números. De acordo com levantamento preliminar do IPEA, em 2022, são mais de 281 mil pessoas em situação de rua no Brasil. Além disso, o déficit habitacional nacional é de 5,9 milhões de unidades e cerca de 25 milhões de residências apresentam alguma inadequação.

Com informações do G1