Trabalhadores da construção civil recebem reajuste no Espírito Santo

Texto: Redação AECweb

Salários variam de R$ 585 a R$ 1.108, fora os benefícios

28 de abril de 2011 - A partir do próximo domingo, Dia do Trabalho, data-base dos trabalhadores da indústria da construção capixaba, entra em vigor a nova tabela de salários com 6,31% de reajuste concedido à categoria. Com isso, os salários variam de R$ 585 a R$ 1.108, fora os benefícios que são: cesta básica, café da manhã no canteiro, assistência médica, seguro de vida e participação nos resultados.

De acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil no Espírito Santo (Sinduscon-ES), apesar do reajuste, empresários do setor demonstram preocupação com a reivindicação da categoria que quer a equiparação com os salários dos trabalhadores da construção paulista e mais 20% de reajuste, o que equivale a um aumento de 81% para o piso da categoria.

A mão de obra representa até 50% dos custos da construção e esse grande impacto inviabilizaria os contratos, acarretando desistência de negócios imobiliários, destaca o Sinduscon.

O sindicato manifestou preocupação com possíveis paralisações, a exemplo do que ocorreu em maio do ano passado e em fevereiro deste ano, quando houve violência por parte dos manifestantes. "Alertamos as autoridades para que tomem providências e garantam a segurança da população", frisa o assessor de relações trabalhistas do Sinduscon-ES, Fernando Silva.

Ele lembra que, havendo paralisações, os empregadores contam com uma decisão judicial que garante livre acesso aos trabalhadores que desejam cumprir sua jornada de trabalho, mesmo porque, dias parados não serão pagos.

Fonte: A Gazeta - ES