Usiminas investe na capacitação de profissionais em engenharia da qualidade

Texto: Redação AECweb

Do total de profissionais brasileiros certificados pela American Society for Quality, 25% trabalham na empresa

09 de fevereiro de 2010 - A Usiminas inicia 2010 com 120 empregados tendo a certificação CQE (Certified Quality Engineer) da American Society for Quality (ASQ). Com a conquista do certificado da ASQ por mais 17 engenheiros, no exame internacional realizado em dezembro, a empresa passou a abrigar 25% do total de profissionais certificados com o CQE no Brasil.

A certificação comprova que o profissional tem conhecimentos e habilidades suficientes para resolver problemas de grande complexidade da área e disseminar os princípios da qualidade na organização. Desde 1989, a Usiminas financia a qualificação de seus empregados na obtenção da certificação CQE, e a partir de 1991 passou a realizar os cursos preparatórios para os exames.

“O investimento na qualificação das pessoas permite que a empresa tenha respostas rápidas às mudanças de requisitos do mercado, com mais técnica, capricho e melhores resultados”, ressalta o superintendente de qualidade e assistência técnica, Eduardo Côrtes Sarmento.

“Profissionais certificados impulsionam melhorias nos processos da empresa, orientam colegas, subordinados e superiores e direcionam trabalhos com mais enfoque científico”, destaca Paulo Rogério de Oliveira, coordenador do Processo de Formação de Engenheiros da Qualidade na Usiminas e analista industrial de garantia da qualidade da Usina Intendente Câmara, em Ipatinga.

Além de Oliveira, 19 empregados da Usiminas, já certificados, atuaram como professores voluntários no processo de formação de engenheiros da qualidade em 2009, ministrando para os colegas. “O fato de colaboradores atuarem como professores promove a integração entre as áreas e as unidades da empresa, facilita a troca de experiências e o acesso às informações e contribui para a atualização constante dos profissionais”, destaca Eduardo Côrtes Sarmento.

Ao todo, entre 2002 e 2009, já foram concluídos 31 trabalhos práticos desenvolvidos por empregados da companhia que têm a certificação CQE. Um deles é o de Sânzio Ferreira Prado Figueiredo, gerente da área de carboquímicos, que faz limpeza e tratamento de gases e efluentes hídricos da coqueria.

Com base no conhecimento teórico adquirido no curso realizado pela Usiminas e na experiência prática, Figueiredo desenvolveu um projeto para melhorar o desempenho das guias de coque, máquinas que transportam o coque em alta temperatura para a locomotiva que leva o coque para o local onde será resfriado.

“Levantei as falhas operacionais que geravam paradas mecânicas nas guias de coque, com o intuito minimizá-las”, explica. O projeto reduziu em aproximadamente 50% essas paradas entre fevereiro e julho de 2008, período em que o projeto foi desenvolvido, o que permitiu uma elevação de 0,6% na produção.

Novas turmas
O analista industrial da área de planejamento da qualidade Cláudio Fernando Monteiro, empregado da Usiminas há 31 anos e professor do curso há 11, conta sua experiência: “O curso possibilita o contato e a troca de conhecimentos e vivências com pessoas de diversas áreas da empresa. Além disso, é uma forma de me manter atualizado, já que tenho de transmitir informações novas aos alunos.”

Monteiro comenta que, durante o curso, os alunos têm aulas de auditoria, estatística, gestão de liderança, planejamento da produção e controle de material, custo e ferramentas da qualidade e sistemas de medição, entre outros.

Os cursos preparatórios para o exame internacional da ASQ são realizados nas instalações da Usiminas. Em 2009 foram formadas duas turmas, uma em Ipatinga, onde participaram funcionários da usina e da Usiminas Mecânica, e outra em Cubatão, que contou com empregados da usina local e da Soluções Usiminas. Para este ano, estão previstas três turmas: em Ipatinga, Cubatão e Pouso Alegre, onde fica a Automotiva Usiminas.

Fonte: RP1 Comunicação