Venda de imóveis novos cresce 83,7% na cidade de São Paulo em fevereiro

Texto: Redação AECweb

Pesquisa do Secovi revela que o volume registrado foi o melhor para o mês desde 2004

19 de abril de 2010 - O mercado de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo registrou expansão de 89,5% em fevereiro, na comparação com janeiro, com 2,858 mil unidades vendidas e movimentação de R$ 915,1 milhões. Na comparação anual, a alta foi de 83,7%.

De acordo com o Sindicato da Habitação (Secovi), responsável pela pesquisa, o volume registrado foi o melhor resultado para o mês desde 2004. Do total vendido em fevereiro, o segmento de dois dormitórios figurou em primeiro lugar, com 46,4% (1.327 unidades), seguido pelos nichos de três e quatro dormitórios, que participaram com fatia de 29,3% e 17,2%, respectivamente.

O volume de lançamentos em fevereiro atingiu 1,644 mil moradias, 178,6% maior do que em janeiro e 35,8% a mais que o do mesmo período do ano passado. No entanto, foi menor que o número de unidades comercializadas no período. O índice de venda sobre oferta (VSO) também registrou o melhor desempenho no mês de fevereiro desde 2004, atingindo 21,1%. Em fevereiro de 2008, o índice atingiu 13,4%, considerado satisfatório.

O total vendido no mês apresentou expansão de 55,9% sobre o valor global de vendas (VGV) de R$ 586,9 milhões de janeiro, e 157,7% em relação ao VGV de fevereiro do ano anterior. As vendas acumuladas nos dois primeiros meses do ano atingiram 4, 366 mil unidades, com alta de 63,6% sobre igual período de 2009 (2.669 moradias).

O desempenho médio de vendas também foi superior, com VSO médio mensal de 16,2% diante dos 6,6% de média percebida entre janeiro e fevereiro do ano passado. O número de lançamentos cresceu 40,2% em relação ao do primeiro bimestre de 2009, totalizando 2,234 mil unidades residenciais.

Fonte: DCI - SP