Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Venda de imóveis novos mantém trajetória de crescimento em São Paulo

Texto: Redação AECweb

Pesquisa Secovi-SP indica alta de 13,1% no volume comercializado de janeiro a maio de 2012. Lançamentos apontam queda significativa

04 de julho de 2012 - A venda de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo registrou alta de 13,1% nos primeiros cinco meses deste ano, em relação a igual período de 2011. Até maio de 2012, foram comercializadas 10.135 unidades, diante de 8.964 unidades do ano passado.

A comercialização influenciou no faturamento deste ano, com VGV (Valor Global de Vendas) de R$ 5,08 bilhões, atualizado para maio pela variação do INCC e equivalente a aumento de 6% sobre VGV de R$ 4,79 bilhões acumulado entre janeiro e maio de 2011, também em valores reais.

O indicador de Velocidade de Vendas de 12 meses foi de 61,4 %, superior ao índice verificado no encerramento do ano, de 56,7%. O indicador é representado pela relação entre as vendas no período compreendido entre junho de 2011 e maio deste ano, com a oferta remanescente de maio do ano passado acrescida ao total de unidades lançadas nos últimos 12 meses.

As informações foram obtidas por meio da Pesquisa sobre o Mercado Imobiliário, realizada mensalmente pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, que apontou, em maio, a comercialização de 2.728 unidades, volume 35,9% acima do número de imóveis vendidos em abril (2.007 unidades). As vendas do quinto mês de 2012 também superaram, em 14,6%, as de maio do ano passado (2.380 moradias).

Em maio, imóveis de 2 quartos representaram 59% do total comercializado, com 1.610 unidades, enquanto o segmento de 3 dormitórios respondeu por 26,6% e 726 unidades vendidas.

Do volume escoado no mês, 70% dos imóveis (1.916 unidades) se encontravam na fase de até seis meses a partir do lançamento – período que se caracteriza por maior investimento em campanhas promocionais. “O fato reforça que os produtos lançados são aderentes ao mercado consumidor, quer pela sua tipologia quer pelos preços”, afirma o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci.

Lançamentos


Em termos de lançamentos residenciais, o mercado vem passando por ajustes neste ano. Conforme dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), de janeiro a maio, foram lançadas 7.496 unidades, um recuo de 31,4% em relação ao total apurado nos cinco primeiros meses de 2011 (10.925 imóveis). A tendência de retração não chegou a ser afetada pelo resultado do mês de maio, que registrou a oferta de 2.239 residências, uma variação positiva de 38% em relação a abril.

Fonte: Secovi - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: