Venda de imóveis usados aumenta pelo 4º mês seguido em São Paulo

Texto: Redação AECweb

Pesquisa do Creci mostra que 477 casas e apartamentos foram negociados em maio

22 de julho de 2010 - A venda de imóveis usados cresceu 25,58% na cidade de São Paulo em maio na comparação com abril, segundo informou o Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo) nesta quarta-feira (21). O setor registrou alta nas vendas desse tipo de moradia pelo quarto mês seguido.

Ao todo, 477 imóveis foram vendidos, segundo a pesquisa do Creci-SP, que levou em conta as informações de 509 imobiliárias na cidade. Depois de caírem 11,81% em janeiro, as vendas de casas e apartamentos usados na capital paulista aumentaram 39,97% em fevereiro, 14,9% em março e 27,13% em abril.

O levantamento mostrou ainda que os apartamentos foram maioria entre os imóveis vendidos - 68,55%, contra 31,45% das casas. Outro fator relevante é o uso do crédito para ir às compras. Pelo terceiro mês consecutivo, a maioria das vendas foi feita por meio de financiamento bancário e não à vista.

Segundo o presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto, o mercado imobiliário paulistano ainda está em recuperação. ”Esses quatro meses de bons resultados contínuos nas imobiliárias paulistanas, somados à manutenção da participação dos financiamentos, indicam que o mercado está mais fortalecido e em processo de recuperação após o estresse da crise financeira que parou o mundo em 2008 e faz estragos até hoje em muitas economias”.

Imóveis mais procurados

A demanda aquecida em maio se refletiu nos preços das casas e apartamentos usados, cujos preços aumentaram 4,27% em média na comparação com abril.

A maioria das vendas se concentrou em imóveis avaliados em mais de R$ 200 mil. Casas e apartamentos nessa faixa de preço representaram 56,24% do total vendido nesse período.

Alta nos preços

A pesquisa mostrou que a maior alta de preços se concentrou nos apartamentos de padrão médio com até 7 anos de construção, com aumento de 62,65% no valor.

Os imóveis com as maiores altas estão situados em bairros como Santana, Tucuruvi e Vila Romana. O preço médio do metro quadrado passou de R$3.013,70 em abril para R$4.901,85 em maio.

Foi também nesses bairros onde se deu a maior queda do preço médio de imóveis usados vendidos em maio na Capital.

Apartamentos de padrão médio situados em bairros dessa zona de valor e com 8 a 15 anos de construção foram vendidos em maio por R$ 2.795,08 o metro quadrado, em média. Esse valor é 37,73% menor que os R$ 4.488,72 registrados em abril.

Fonte: R7 - SP