Venda de materiais de construção cai 6% em maio

Texto: Redação AECweb

Já no acumulado do ano as vendas do setor apontam expansão de 2,5%.

02 de junho de 2011 - A venda varejista de materiais de construção registrou decréscimo de 6% em maio deste ano, na comparação com o mês anterior, segundo pesquisa divulgada pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) e produzida em conjunto com o Ibope Inteligência. Já no acumulado do ano as vendas do setor apontam expansão de 2,5%.

Na relação dos últimos 12 meses, o crescimento foi de 7.5%.Com aumento de vendas de 2,5%, o setor de fios e cabos de aço foi o de melhor desempenho no mês de maio.

Em sentido oposto, os setores de cimento, argamassas e tubos e conexões tiveram queda em relação a abril. Metais sanitários e cerâmicas se mantiveram estáveis. “Para o nosso setor começa a ficar claro que a dose para segurar a economia pode ter sido exagerada. Os segmentos estão reagindo diferente uns dos outros”, declarou Cláudio Elias Conz, presidente da Anamaco.

“Nossa estimativa ainda é a de fechar o ano de 2011 com 8,5% de crescimento sobre 2010, até em função da construção de 2 milhões de casas pelo Minha Casa Minha Vida e a aceleração prevista do PAC, que darão sustentação às vendas no segundo semestre”, completou. Em 2010, o varejo de Material de Construção teve desempenho 10,6% superior a 2009, atingindo faturamento recorde no total de R$ 49,80 bilhões.

Fonte: Agência IN