Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Vendas de aços planos terão queda em junho, diz Inda

Texto: Redação AECweb

Previsão é que este mês encerre com 1,25 milhão de toneladas de material estocada, o que significa 3,8 meses de vendas

06 de julho de 2011 - As empresas de distribuição de aços planos no mercado brasileiro iniciaram junho com expectativa de vendas 5% inferiores às de maio, retratanto um processo de desaceleração econômica. A previsão foi compilada pelas filiadas do Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda), que responde por um terço da venda desse tipo de produto no país.

Conforme o Inda, a rede de distribuição prevê vender 325 mil toneladas de produtos siderúrgicos planos neste mês, ante 342 mil toneladas em maio. A desaceleração de venda no segmento é verificada desde abril, quando houve retração de 9,2% comparado a março. O mês passado também fechou em queda, de 1,6%.

Aços planos são chapas fabricadas em vários tipos por empresas como Usiminas, CSN e ArcelorMittal Tubarão e têm como principais consumidores os setores automotivo (montadoras e autopeças), de eletrodomésticos (fogões, geladeiras, freezers, lavadoras de roupa e outros itens), de máquinas e equipamentos e a construção civil. O mercado nacional movimenta cerca de 14 milhões de toneladas por ano.

Por conta desse cenário, os associados do Inda vêm reduzindo suas compras nas usinas para poder baixar o nível de estoques em seus armazéns. A previsão da rede, conforme informação do Inda, é comprar 15% menos em junho em relação a maio, baixando para 317 mil toneladas.

Mesmo assim, a previsão é que este mês encerre com 1,25 milhão de toneladas de material estocada, o que significa 3,8 meses de vendas. É um volume alto e o maior apresentado desde novembro (4,1 meses). O patamar considerado normal para a saúde financeira das empresas é de 2,5 meses de vendas.

Fonte: O Globo


 


 

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: