Vendas de materiais de construção crescem 3,9% em outubro, diz Abramat

Texto: Redação AECweb

Presidente da Abramat disse estar otimista em relação às vendas de materiais nos últimos dois meses do ano

22 de novembro de 2011 - As vendas internas de materiais de construção tiveram crescimento real de 3,9% em outubro ante o mesmo mês do ano passado, conforme a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), mas caíram 3,5% na comparação com o desempenho de setembro.

No acumulado do ano, a expansão foi de 2,4% e, na média móvel dos 12 meses encerrados em outubro, as vendas aumentaram 3%.

De acordo com a Abramat, a indústria de materiais terá crescimento real de 4% (considerando o INCC como referência) e nominal de 8,2% em 2011. No início do ano, o setor estimava alta de 9% para as vendas.

O desempenho do período de janeiro a outubro está inferior ao das projeções para o ano, e as razões atribuídas pela entidade para isso são as medidas de contenção da inflação adotadas pelo governo até recentemente, o menor ritmo de expansão do mercado imobiliário e o maior volume de materiais importados.

Em nota, o presidente da Abramat, Walter Cover, disse estar otimista em relação às vendas de materiais nos últimos dois meses do ano, devido ao crédito disponível, ao nível de emprego e às alíquotas atuais de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Em outubro, as vendas de materiais de base cresceram 5,2% e as de acabamento aumentaram 1,6%, na comparação com o mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, as vendas de itens de base tiveram leve queda de 0,7% e as de acabamento subiram 8,3%, descompasso que pode ser explicado pelo fato de  expressivo número de lançamentos dos últimos anos, principalmente de 2008, estar se aproximando da conclusão ou sendo entregue.

Fonte: Valor Econômico