Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Vendas de materiais de construção cresceram 5,5% em junho

Texto: Redação AECweb

Números da Anamanco são em relação ao mesmo período de 2008

02 de julho de 2009 - As vendas no varejo de material de construção cresceram 5,5% no mês de junho, na comparação com o mesmo período de 2008. Os dados são da Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção), entidade que representa as 138 mil lojas do setor existentes no País.

Na comparação entre junho e maio de 2009, o crescimento foi de 4%. Já no acumulado do ano, o setor cresceu 1,3% em relação ao mesmo período de 2008.

IPI menor
A Anamaco comemorou a segunda prorrogação do IPI anunciada pelo Governo Federal no dia 29 de junho. O novo prazo vai até o final de dezembro. "O governo entendeu que, como a redução do IPI não atingiu nossos estoques, a nossa resposta ao estímulo acabou sendo mais lenta do que gostaríamos", declarou Cláudio Conz, presidente da Anamaco.

Segundo ele, com a redução do IPI incidente sobre materiais de construção, produtos como o cimento, tinta e cerâmica tiveram uma redução média nos preços de 8,5%.

Conz diz ainda que, em função do IPI reduzido, a entidade reviu a projeção de crescimento para 2009, que era de 5%. "A nossa expectativa é que fecharemos o ano com 6,5% de crescimento sobre 2008".

No segundo semestre, a Anamaco vai focar o trabalho para reduzir o IPI dos produtos não beneficiados pelo pacote. "A nossa intenção é trazer todos eles para um patamar 5% - com isso, teríamos apenas o patamar de 5% e a isenção. Em 2010, iremos trabalhar na extinção total do IPI para os produtos do setor", afirma Conz.

Para ele, a desoneração dos produtos é justificada pelo programa "Minha Casa Minha Vida", que deverá aumentar ainda mais a demanda por material de construção este ano.

Fonte: Diário do Nordeste - CE

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: