Vendas de material de construção crescem 15% em março

Texto: Redação AECweb

Foram realizadas 500 entrevistas com varejistas de todas as regiões do País

28 de março de 2012 - O mês de março está sendo muito positivo para o varejo de materiais de construção. Isto é o que revela a pesquisa mensal realizada pela Anamaco com lojistas de todo o País. De acordo com o estudo, o segmento cresceu 15% em relação a fevereiro e 16% em relação a março do ano passado.

Para a pesquisa, foram realizadas 500 entrevistas com varejistas de todas as regiões do País. 44% dos lojistas entrevistados venderam mais este mês. 70% dos lojistas mantiveram ou aumentaram o seu volume de vendas.

A maioria dos lojistas no sudeste, centro-oeste, norte e nordeste cresceram. Em média, a região nordeste aumentou o volume de vendas em 18%, norte e sudeste 15% e o centro-oeste 13%. 

Tiveram destaques os segmentos de fechaduras e ferragens (13%), interruptores (10%), portas e esquadrias de alumínio (8%) e lâmpadas fluorescentes (7).

“O mês de março é um período de retomada de obras, pois janeiro e fevereiro costumam ser um período em que as pessoas estão em férias ou viajando”, explica Cláudio Conz, presidente da Anamaco. “Com a criação da nova linha de crédito de financiamentos – Fimac – com os fundos do FGTS, a entrega de obras antes das eleições e as preparações para os super eventos – Copa do Mundo e Olimpíadas, a tendência é que este crescimento se mantenha; a desoneração do IPI até o final do ano também vai ajudar a manter as vendas aquecidas”, acrescenta.

A pesquisa estima ainda um crescimento para abril de 11%, com aumento no volume de vendas por todas as regiões. E os lojistas continuam otimistas. 61% deles acreditam que continuarão crescendo no próximo mês. O aumento no volume de vendas esperado por eles é de, em média, 17%.

Em 2011, o varejo de material de construção cresceu 4,5%, atingindo um faturamento total de R$ 52 bilhões.

Fonte: Anamaco