Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Web é estratégica para vender imóveis

Texto: Redação AECweb

Números do setor mostram que 30% das vendas feitas pelas maiores incorporadoras são decorrentes do contato online

19 de janeiro de 2010 - Há vários dados que indicam que este ano o mercado imobiliário vai continuar em ritmo de crescimento e, de quebra, destinar mais verbas para a publicidade. O Secovi (Sindicato da Habitação), por exemplo, prevê um aumento de 10% a 15% no número de lançamentos em 2010. Embora o jornal seja a mídia mais utilizada para anunciar empreendimentos, os meios digitais também estão se beneficiando da boa maré.

A relevância da mídia digital cresce à medida que as pessoas passam a procurar mais imóveis para comprar ou alugar na internet. Números do setor dão conta de que 30% dos negócios fechados pelas maiores empresas do ramo são decorrentes de um atendimento que começou no ambiente online, via chat ou e-mail.

Outro indicativo é a reformulação cada vez maior dos sites de incorporadoras, imobiliárias, lançamento de sites especializados (veja matéria abaixo) e a utilização de novas ferramentas como Bluetooth em campanhas promocionais. Na agência digital Enken, 30% do faturamento é proveniente dos trabalhos para o setor imobiliário. No segundo semestre do ano passado, a agência venceu concorrência e assumiu a conta digital da Gafisa, uma das maiores incorporadoras e construtoras do País, com verba para compra de mídia online estimada em R$ 4 milhões.

"A Gafisa não tinha despertado para o mundo online, tinha um trabalho mais institucional. Agora estão com novo projeto, bem mais agressivo, envolvendo vários fornecedores e parceiros", contou David Reck, diretor da Enken. Mais fácil de navegar, o novo site da Gafisa agora tem até vídeo com a garota-propaganda da marca, a top Gisele Bündchen, que convida o internauta a clicar nas páginas do site.

Informação
"A internet é o canal de vendas que mais cresce no setor de construção", observou Vinícius Tsugi, gerente de projetos da Direct Performance, consultoria de business intelligence e web analytics com foco em marketing digital. O executivo diz que para ter efetividade no meio digital o site de imóveis tem que trazer informação de forma organizada e imediata. Ele cita o caso do site da MaxCasa, que foi reformulado após avaliação da Direct.

"O site não dava detalhes do imóvel, era mais lento. Quando foi alterado, ficou mais leve, mais simples, com mais fotos dos imóveis, menos animação e mais informação, isso trouxe mudança de resultado rápido e redução de custos da ordem de 30%", disse Tsugi.

Daniel Mendes, diretor da agência Fluída, diz que uma tendência verificada no mercado imobiliário é a utilização de Bluetooth marketing. Ele cita o case de uma campanha realizada no ano passado para uma construtora com foco na classe C. "Embora 90% dos celulares no Brasil sejam pré-pagos, na maioria dos casos os celulares possuem tecnologias avançadas", disse. Na ocasião da campanha, uma promotora ativava as pessoas enviando mensagem via Bluetooth, com animação do imóvel. "O brasileiro é bastante receptivo a tecnologias e interagiu bem com a ação", destacou Mendes.

TiqueImóveis investe em tecnologia para se diferenciar
Em meio à forte concorrência dos sites Zap (do Grupo Estado) e Imóvel Web, mais um site especializado é lançado. Trata-se do TiqueImóveis, resultado da parceria de um grupo de investidores e que tem como proposta se tornar referência entre os portais de imóveis.

Luciano Franklin, ceo do TiqueImóveis, ressalta que um dos diferenciais do novo portal é a ênfase à tecnologia. "Temos equipe própria de fotógrafos e cinegrafistas. Procuramos reunir o que há de melhor em tecnologia no mundo para formar um portal de última geração", falou ele.

A meta do TiqueImóveis é ousada. "Objetivo é ocupar o segundo lugar no ranking de audiência, número de anunciantes e resultado, nos próximos meses", disse Franklin. "Alguns milhões foram e serão investidos para que isso aconteça".

O executivo destaca que todos os anúncios, obrigatoriamente, têm de ter fotos. O site também oferece o virtual tour 360o pelo imóvel e plantas dos imóveis. "A informação que temos é de que 80% das pessoas que estão comprando ou alugando imóveis não saem de casa sem antes fazer uma pesquisa na internet", comentou Franklin.

Fonte: Propaganda e Marketing - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: