Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Tubos de CPVC Corzan® são ideais para instalações industriais

Material tem resistência para suportar temperaturas elevadas e seu desempenho não é prejudicado pelo contato com ácidos, sais, bases e outras substâncias

Tubos de CPVC
Os tubos de CPVC têm custo relativamente baixo e excelentes propriedades mecânicas (Foto: Divulgação/Lubrizol)

Nos projetos industriais, é frequente a especificação de tubos metálicos para execução de sistemas expostos a níveis elevados de pressão ou a altas temperaturas. Apesar da boa resistência, o material corre o risco de sofrer com a oxidação, principalmente, quando transporta líquidos em seu interior. Os pontos de corrosão têm potencial de prejudicar a eficiência da instalação e podem até motivar a interrupção da linha produtiva.

Esse tipo de problema é completamente eliminado com o uso dos tubos e conexões de cloreto de polivinil clorado (CPVC), que suportam as particularidades dos ambientes industriais e são inertes a grande parte de ácidos, sais, bases e hidrocarbonetos alifáticos. Ou seja, as moléculas agressivas que atacam e prejudicam os metais não conseguem danificar as tubulações de CPVC Corzan® — materiais que integram o catálogo de soluções oferecidas pela Lubrizol.

OS RISCOS DA CORROSÃO

As características do líquido transportado na tubulação metálica interferem diretamente no processo corrosivo. Quando o pH não é neutro (diferente de 7), ocorre a corrosão do metal — ação acelerada na presença de oxigênio dissolvido. O problema pode se manifestar de duas maneiras: por meio de pequenos furos ao longo da tubulação ou por fendas causadas pelo acúmulo de íons líquidos em uma mesma região (normalmente ao redor das conexões).

Entre os efeitos negativos da corrosão estão a diminuição da pressão no interior dos tubos e a redução na velocidade de transporte (exigindo o uso de mais bombas). Há, ainda, o risco de contaminação da pureza dos líquidos pelas partículas corroídas que se desprendem das paredes da tubulação. Por fim, a operação pode ficar mais cara devido à necessidade de pausas para manutenções ou para realização de soldagem nos pontos mais afetados.

Tubos metálicos oxidados
Diferentemente dos tubos metálicos, os modelos de CPVC não sofrem com a oxidação (Foto: Divulgação/Lubrizol)

ELIMINANDO OS RISCOS

A tecnologia CPVC, desenvolvida especificamente para atender às demandas de projetos industriais, mantem as tubulações ilesas mesmo quando transportam líquidos agressivos. O cloreto de polivinil clorado é um termoplástico de custo relativamente baixo e com excelentes propriedades mecânicas, que atende às exigências de aquecimento e de alta pressão por longos períodos. Também não é afetado pela escamação que acontece nos metais.

Outros benefícios garantidos pelos tubos e conexões de CPVC Corzan® são o peso reduzido, a pouca necessidade de manutenção e a não propagação do fogo em caso de incêndio. As soluções da Lubrizol contam, ainda, com uma concentração significativa de dióxido de titânio e de carbono negro — agentes bloqueadores que ajudam a proteger a tubulação dos efeitos dos raios UV.

O custo de um sistema de tubulação em CPVC Corzan® é constantemente comparado ao da instalação executada com modelos metálicos. Porém, ao considerar o preço do material, o menor custo de mão de obra, o tempo reduzido para instalação e a vida útil extremamente superior do CPVC, o termoplástico se mostra não somente a melhor escolha técnica, como também a melhor opção financeira.

Mercado da obra

Produtos Relacionados

MAIORES INFORMAÇÕES

Catálogos para download

VER MAIS CATALOGOS
Download de catálogo

Corzan®

Download de catálogo

Corzan®

Download de catálogo

BlazeMaster®

Download de catálogo

BlazeMaster®

Informativos Técnicos