Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Demolições

As Demolições de estruturas tem sido uma solução bastante buscada por construtoras diante da falta de terrenos vazios nas grandes cidades. Qualquer estrutura pode ser demolida, total ou parcialmente, para reforma, ampliação ou construção de uma nova edificação, e é o tamanho dela que vai definir se o trabalho será mais ou menos complicado.

Como a segurança é muito importante em um processo de demolição, é importante que a empresa contratada tenha registro no Crea (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia). A construtora tem responsabilidade solidária pelos funcionários da demolidora. Assim, é seu papel fiscalizar a atuação dos profissionais e exigir o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva), que são obrigatórios.

Tipos de demolição

A demolição pode ser manual ou mecanizada. A primeira é indicada para situações delicadas, que envolvem riscos e necessitam de um acabamento primoroso. A segunda, por sua vez, é feita por escavadeiras com acessórios diversos. Robôs, caminhões munck, máquinas de corte e guindastes também podem ser empregados.

Estruturas de médio ou grande porte podem ser demolidas por implosão controlada. Essa técnica também é empregada em construções que podem ruir a qualquer momento, colocando os trabalhadores em risco. Outras vantagens desse tipo de demolição em relação à mecânica são a velocidade e o custo-benefício

Para usar explosivos, é fundamental avaliar os riscos cuidadosamente, pois a implosão pode provocar vibração do terreno, geração de ruídos e gases. É preciso definir quais pilares serão detonados, a quantidade de explosivos que será necessária, etc. Para garantir a segurança da execução, é possível fazer uma simulação computadorizada, que permite saber se a queda da estrutura poderá danificar as edificações vizinhas.

Para implodir uma estrutura podem ser usados explosivos gelatinosos e temporizadores não elétricos; espoletas eletrônicas (que produzem menos ruídos e vibrações), explosivo de carga moldada (indicado para destruição de pilares de ferro) e bananas de dinamite (para explosão de pilares de concreto).

Desmonte a frio

A argamassa expansiva é a solução ideal para espaços pequenos, áreas de difícil acesso e locais onde não é possível usar explosivos. Composta à base de cal virgem e misturada com água, ela provoca uma reação química capaz de demolir qualquer tipo de rocha ou concreto. Essa técnica é chamada de desmonte a frio e, assim como os outros tipos de demolição, deve ser feita por uma empresa especializada.

As desvantagens dessa forma de demolição são a falta de normas técnicas e o preço alto. Por ser a solução mais cara, ela é indicada apenas para situações específicas, quando outras soluções forem consideradas inviáveis.