Domótica: a tecnologia está em casa

Publicado em: 18/08/2016

Imagine que você está em casa e decide assistir um filme. Para aproveitar melhor o momento, procura deixar o ambiente o mais confortável possível com ajustes na iluminação, som, temperatura e, por fim, encontra a melhor posição no sofá. E se todas essas ações pudessem ser realizadas por meio de simples cliques, de alguns botões? Por meio da domótica, tudo isso é perfeitamente viável.

Se você não tem a menor ideia do que é a domótica, explicarei. Para entender melhor o termo, precisamos saber o que é a robótica: a palavra vem do termo eslavo robota, que significa “trabalhos forçados” ou “servo”, e traz a ideia de ter um ser produzido artificialmente para realizar atividades. Domótica é a junção da palavra robótica com a palavra em latim domus, que significa casa. Assim, temos a mesma essência da robótica, só que aplicada para residências, com o objetivo de proporcionar mais conforto, praticidade, segurança e economia.

Muitos já ouviram falar sobre essa tecnologia, como automação residencial. Independente do nome, o fato é que, por meio dela, é possível ajustar a luminosidade da sala, tanto por meio de lâmpadas quanto pelo fechamento automático de janelas e persianas, controlar a temperatura, o som ambiente, a melhor posição da televisão e até a inclinação de sua poltrona, para assistir àquele filme. Tudo, por um leve toque em seu tablet ou smartphone.

De acordo com a necessidade de cada usuário, as possibilidades da automação residencial vão desde preparar o café e torrar o pão para o café da manhã, até controlar a energia por meio de equipamentos inteligentes que conseguem monitorar o consumo por tomada e diminuir a intensidade de luminosidade e carga elétrica de alguns equipamentos em horários de pouca utilização.

Sua aplicação pode garantir também a acessibilidade para pessoas com necessidades especiais que, de forma fácil, controlam elevadores, rampas, iluminação, portas e janelas, além de todos os aparelhos eletrônicos da residência como som, televisão etc. Mesmo longe de casa, por meio da internet, é possível monitorar câmeras de segurança, abrir um portão remotamente, acender e apagar luzes ou ligar o filtro da piscina.

O aumento da produção de equipamentos que podem interagir com tal tecnologia torna economicamente viável sua aplicação em muitos lares brasileiros, fazendo com que a automação comece a deixar de ser sinônimo de status e se torne cada vez mais disponível para o cidadão comum, disposto a investir em ambientes confortáveis e práticos.