Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Pintura interna é etapa crítica na manutenção de reservatórios de água

Necessária para assegurar vida longa às instalações e potabilidade da água, intervenção periódica inclui limpeza, remoção de corrosão e eventuais reparos

Publicado em: 09/03/2020

Texto: Juliana Nakamura

manutenção de reservatórios
Os reservatórios metálicos devem ser submetidos a inspeções e manutenções periódicas (foto: KAWEESTUDIO/shutterstock)

Os reservatórios metálicos são uma solução consolidada para o armazenamento de grandes volumes de água em indústrias, edifícios, instalações rurais e grandes condomínios. Confeccionadas com chapas de aço carbono ou galvanizado, essas estruturas podem apresentar geometrias, alturas e capacidade de armazenamento variados, em função da particularidade de cada aplicação.

TIPOS DE RESERVATÓRIOS METÁLICOS

Leveza, durabilidade e facilidade de manutenção são alguns dos principais motivos que justificam o interesse pelos reservatórios metálicos. O menor peso dos compartimentos de aço, em comparação aos equivalentes em concreto, permite reduzir gastos com fundações, o que impacta diretamente os custos totais envolvidos.

Os reservatórios metálicos mais utilizados no Brasil são de três tipologias: taça, tubular e cilíndrico. Semelhante a um cálice, o modelo taça não ocupa muito espaço no solo e armazena água apenas em sua parte superior, o que lhe garante maior pressão d’água. Há, também, reservatórios taça com água acumulada na coluna, mais econômicos.

Podendo chegar a até 20 m de altura, os reservatórios tubulares podem apresentar capacidade de até 150 mil litros e são muito aproveitados em indústrias e propriedades rurais.

Há, ainda, os reservatórios cilíndricos, geralmente utilizados em terremos planos. Eles podem apresentar fundo cônico (para aplicações que não exigem pressão), ou ser apoiados (para instalações que precisam armazenar volumes ainda maiores de água, de até 500 mil litros).

LIMPEZA E MANUTENÇÃO

Independente do volume de água armazenado e de sua geometria, os reservatórios metálicos precisam ser submetidos a inspeções e manutenções periódicas, que garantam estabilidade, funcionalidade e segurança a essas instalações. Com os cuidados adequados, um reservatório de aço carbono pode durar mais de vinte anos.

O processo pode ser dividido em algumas atividades, como limpeza externa e interna, análise da estrutura, remoção de pontos corrosão, repintura, além de eventuais reparos e substituição de componentes. Os reparos não devem se limitar ao tambor de armazenamento. “Eles devem se estender, também, à toda a rede de distribuição, incluindo as tubulações ramificadas e a troca dos filtros quando necessário, bem como a eventual troca/conserto de escadas e guarda-corpos”, comenta Antônio Ribeiro, diretor comercial na RR Reservatórios.

Eles (os reparos) devem se estender, também, à toda a rede de distribuição, incluindo as tubulações ramificadas e a troca dos filtros quando necessário, bem como a eventual troca/conserto de escadas e guarda-corpos
Antônio Ribeiro

ACABAMENTO INTERNO COM REVESTIMENTO EPÓXI

De acordo com o engenheiro Thiago Montrezol, da Hidro Quality, uma das etapas mais críticas na manutenção de reservatórios metálicos é a aplicação de resina do lado interno, procedimento que deve ser realizado, pelo menos, a cada quatro ou cinco anos.

Essa pintura deve utilizar resina epóxi que possua certificado de potabilidade, e pode ser realizada tanto por processos mecânicos feitos a mão, como por jateamento, desde que garanta a espessura mínima adequada. Externamente os reservatórios costumam receber demãos de esmalte sintético, capaz de oferecer uma proteção adequada à corrosão e intempéries.

Segundo Montrezol, uma inspeção mais detalhada nos reservatórios de água precisa ser feita a cada dois anos. Além disso, a cada seis meses a instalação deverá passar por uma análise superficial e por higienização. “Durante os serviços de limpeza, é importante evitar o uso de máquina de pressão, já que isso abre os poros da superfície e compromete diretamente a durabilidade do revestimento”, alerta o engenheiro da Hidro Quality.

Durante os serviços de limpeza, é importante evitar o uso de máquina de pressão, já que isso abre os poros da superfície e compromete diretamente a durabilidade do revestimento
Thiago Montrezol

COMO CONTRATAR EMPRESA DE MANUTENÇÃO

A manutenção de reservatórios metálicos deve ser realizada por empresa especializada, que disponha de mão de obra especializada, e emita um certificado após a realização dos serviços.

Na hora de comparar orçamentos, é importante conferir as especificações detalhadas dos materiais utilizados, sobretudo as espessuras das camadas de revestimentos aplicados. "Conferir o portfólio da empresa e buscar referências também são práticas salutares na hora de contratar uma empresa de manutenção de reservatório", recomenda Ribeiro.

Leia também: Saiba como especificar reservatórios de água potável

Colaboração técnica

Engenheiro Civil Thiago Montrezol
Thiago França Montrezol – Engenheiro civil, trabalha com projeto, consultoria, reforma e manutenção de reservatórios metálicos e de alvenaria na Hidro Quality.
Antônio Ribeiro – Engenheiro mecânico, é diretor comercial na RR Reservatórios.