Pisos de qualidade

Especializada em pisos esportivos, a Lisonda já construiu mais de 2 milhões de m² de pisos no Brasil e no Exterior

Publicado em: 01/04/2009

Texto: Redação AECweb



Redação AECweb
CMS: Classificação de Materiais e Serviços > Instalações Complementares e Exteriores > Pisos esportivos > Quadras e pisos esportivos

Pisos de qualidade

Há 34 anos no mercado, a marca Lisonda se especializou no desenvolvimento de pisos esportivos. São mais de 2 milhões de metros quadrados de pisos realizados no Brasil e no exterior - Paraguai, Argentina, Chile, México, Angola e Uruguai. A marca está presente em importantes obras do país, como no SESC Pinheiros e Colégio São Luís, com pisos esportivos em poliuretano; na Costa do Sauípe e Club Méd, com pisos asfálticos esportivos; e no SESI São Paulo, com grama sintética.

Hoje, a empresa atua, também, em edifícios comerciais e residenciais, estacionamentos, hospitais, entre outros segmentos. “No início, a Lisonda executava somente os pisos esportivos com resinas acrílicas. Já na década de 80, desenvolveu os pisos esportivos em poliuretano e, dez anos depois, passou a produzir pisos em poliuretano, com as marcas Lisocrete e Lisopav para indústrias, lojas, escolas, hospitais, clínicas, consultórios, laboratórios, escritórios e, até residências. Hoje, executa, também, pisos em madeira - tanto esportivos quanto sociais. A ampliação é constante, buscando atender as necessidades do mercado de instalações esportivas, de pisos comerciais e industriais”, explica o diretor Artur Lima Santi.

Do ‘mix’ de obras que executa, a participação do segmento de pisos esportivos responde por 60% do volume total. “Todas as resinas acrílicas, bem como os produtos em poliuretano utilizados em nossas obras, são desenvolvidos e fabricados pela Lisonda, garantindo qualidade e homogeneidade nos acabamentos e desempenho da instalação”, diz. Nos últimos anos, a evolução dos pisos esportivos e sociais monolíticos, sem emenda, é representada pelas resinas acrílicas em poliuretano. Entre os pré-moldados, destacam-se os vinílicos, carpetes sintéticos e em madeira, pré-envernizados, destinados a áreas sociais e residências.

Pisos de qualidade

Especificação
Segundo Artur Santi, o especificador de pisos esportivos deve, inicialmente, determinar as dimensões e cargas suportadas pela superfície. “É preciso cuidar para definir bem a utilização da área e, em seguida, buscar o piso adequado quanto a dureza, acabamento, flexibilidade, durabilidade, manutenção e desempenho. Se possível, o ideal é submeter o projeto a empresas especialistas em construções esportivas”, orienta. Até porque, são muitos os sistemas, com suas propriedades e funções:

Monolíticos sem juntas, moldado "in loco”:
-
pisos asfálticos com acabamento em resina acrílica indicados para áreas externas;
- pisos em poliuretano autonivelante indicados para áreas internas, como salas de ginástica, academias, ginásios de esporte e playground;
- pistas de atletismo;
- poliuretano/EPDM;
-carpetes em grama sintética.

Em mantas:
-
pisos vinílicos colados sobre a superfície, em áreas internas.

Removíveis:
- mantas fixadas sobre a superfície através de fitas, podendo ser removidas e reutilizadas em outras áreas

Assoalhos flutuantes em madeira:
-
para ginásios, academias, quadras de squash e palcos

Além do piso, a Lisonda desenvolve projetos e executa vários outroas elementos esportivos, como base de concreto ou asfáltica, arquibancadas, cobertura metálica, drenagem para campos de futebol, alambrados de proteção, rede de cobertura, iluminação de diversos tipos e acessórios de acordo com a prática esportiva. “Existem normas técnicas que estabelecem o nível de iluminação para quadras e arenas de esportes. Desenvolvemos o projeto para situações especiais”, informa.

A Lisonda utiliza pisos em poliuretano em ambientes comerciais, como lojas e escritórios, mas, também em residências, escolas, hospitais e em áreas industriais, além dos pisos esportivos. “Os pisos em poliuretano apresentam excelente performance e desempenho, acabamento perfeito, sem juntas, de fácil limpeza e baixa manutenção, garantido conforto e segurança para cada tipo de aplicação”, observa o diretor, citando entre as mais recentes obras, a da loja Tok Stok e a do Hospital Beneficência Portuguesa, em São José do Rio Preto. Já os pisos de madeira, quando empregados em residências, lojas, shoppings e palcos,garantem conforto, beleza e durabilidade. “Nos ginásios, salas de dança ou de squash, proporcionam conforto e beleza para os esportistas, como ocorre na arena multiuso no estádio João Havelange”, conclui.


Redação AECweb
CMS: Classificação de Materiais e Serviços > Instalações Complementares e Exteriores > Pisos esportivos > Quadras e pisos esportivos