Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Selo AQUA agora é internacional

Empreendimentos que conquistarem, ou já possuírem, o selo AQUA também receberão certificação internacional HQE

Publicado em: 29/04/2014Atualizado em: 06/05/2014

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Certificação AQUA - HQE

A partir de agora, todas as edificações brasileiras que conquistaram ou que ainda receberão o selo AQUA passarão a contar também com a certificação internacional HQE - Haute Qualité Environmentale. A novidade é resultado da criação de uma nova certificação, a AQUA- HQE, elaborada pela Fundação Vanzolini, que responde pelo AQUA no Brasil, e o Cerway, responsável pelo desenvolvimento e certificação HQE em todo o mundo. Adequada ao meio ambiente e à evolução da cultura e regulamentação no Brasil, a nova certificação procura promover e reconhecer as condições ideais de conforto e saúde para os usuários, atendendo integralmente a legislação e obtendo viabilidade econômica por meio da análise do ciclo de vida dos empreendimentos.

Além do Brasil, França e Mônaco desenvolveram esquemas próprios para a certificação. No total, já são cerca de 266 mil empreendimentos certificados pelo HQE em todo o mundo. Já o AQUA tem 215 edificações certificadas, sendo que entre elas, 141 já receberam também o HQE a partir do novo acordo de cooperação técnica, doravante aplicável a todos os novos empreendimentos certificados AQUA

Segundo o engenheiro Manuel Carlos Reis Martins, coordenador executivo do Processo AQUA-HQE, a iniciativa para criação da certificação internacional teve origem em 2013, com a visita do presidente da França ao Brasil. “Na ocasião, a Fundação Vanzolini assinou um contrato de cooperação técnica com o Cerway, a partir do qual realinhou o Processo AQUA com os mais elevados padrões globais do HQE internacional. O acordo previa ainda o aperfeiçoamento da adaptação para o Brasil com base no retorno da experiência dos empreendedores, projetistas, especialistas, consultores e auditores nos processos de certificação AQUA. Assim, foi lançada em 18 de março de 2014 a AQUA-HQE”, explica.

Atualmente, a certificação HQE está presente em dez países diferentes: Brasil, Marrocos, França, Argélia, Canadá, Reino Unido, Alemanha, Luxemburgo, Itália e Bélgica. “Além do Brasil, França e Mônaco desenvolveram esquemas próprios para a certificação. No total, já são cerca de 266 mil empreendimentos certificados pelo HQE em todo o mundo. Já o AQUA tem 215 edificações certificadas, sendo que entre elas, 141 já receberam também o HQE a partir do novo acordo de cooperação técnica, doravante aplicável a todos os novos empreendimentos certificados AQUA”, afirma Martins. Entre as tipologias que mais recebem o selo AQUA, destaque para os empreendimentos habitacionais, que contam com 109 certificações. Além destas, há 35 escritórios, 22 escolas, 19 de operação e uso, 14 edifícios comerciais, 11 hotéis (lazer e cultura), quatro indústrias e uma obra de renovação.

O sucesso da prática da certificação AQUA no mercado brasileiro foi de extrema importância para a consolidação dos novos referenciais, pois propiciou importantes avanços técnicos e contribuiu de forma contundente para a internacionalização do sistema de gestão ambiental e seus objetivos de desempenho para edificações

Essa nova certificação não será universal, e sim adaptada para cada país, conforme detalha o engenheiro. “Enquanto o HQE é internacional, o AQUA-HQE foi adaptado à realidade nacional. A expectativa é que pelo reconhecimento internacional do HQE como o mais completo sistema de avaliação e certificação da construção, esperamos uma receptividade elevada, tanto nos países que mantêm laços culturais e comerciais com a França como nos demais”, ressalta Martins, comentando que a divulgação da nova certificação está sendo realizada no site www.behqe.com. “Para tornar a AQUA-HQE conhecida, contamos também com o apoio local dos parceiros em eventos, como o núcleo de conteúdo da Feicon, da Expo Arquitetura Sustentável e a Conferência do WGBC, além da realização de cursos nacionais e internacionais”, diz.

UNIFICAÇÃO DOS CRITÉRIOS

Para o acompanhamento da avaliação de sustentabilidade das construções em todo o mundo, foi estabelecido pelo Cerway um Comitê Consultivo Internacional. Além dos referenciais técnicos, a Fundação Vanzolini desenvolveu o Guia Prático, com orientações conceituais sobre a AQUA-HQE. Foram também criadas as Regras de Certificação e o Guia de Auditorias, visando alcançar o maior entendimento possível do processo de certificação, incluindo as condições de uso da marca AQUA-HQE, as sanções pelo uso indevido e até a perda da certificação. "O sucesso da prática da certificação AQUA no mercado brasileiro foi de extrema importância para a consolidação dos novos referenciais, pois propiciou importantes avanços técnicos e contribuiu de forma contundente para a internacionalização do sistema de gestão ambiental e seus objetivos de desempenho para edificações", finaliza Martins.

LANÇAMENTO

No evento de lançamento oficial da certificação AQUA-HQE, realizada em março último, em São Paulo, José Joaquim do Amaral Ferreira, diretor de certificação da Fundação Vanzolini, afirmou que o Brasil foi o grande laboratório para o desenvolvimento de uma certificação internacional. “Estamos vivenciando uma conquista coletiva que visa trazer grandes benefícios para a sociedade. Os acordos de cooperação técnica entre Brasil e França na área de certificação sempre buscaram construir algo útil e positivo para o ser humano e sua relação com o ambiente construído”, ressaltou. Já Patrick Nossent disse que o Cerway – entidade que preside – mais uma vez demonstrou sua capacidade de se adaptar a todas as peculiaridades locais, tanto humanas quanto técnicas, com um sistema flexível, mas que requer imparcialidade e capacidade de avaliar deferentes tipos de projetos em todas as fases. “O HQE é um movimento internacional presente em nove países e que respeita a cultura e regulamentação de cada região”, afirmou, indicando os benefícios econômicos da certificação, como o aumento no valor líquido de venda dos empreendimentos franceses em mais de 1%.

Colaborou para esta matéria

Marcio Kamiyama
Manuel Carlos Reis Martins – coordenador executivo do Processo AQUA-HQE para a certificação da construção sustentável e coordenador técnico da certificação de sistemas de gestão ambiental ISO 14000 da Fundação Vanzolini. Responde como auditor líder de gestão em qualidade, segurança, meio ambiente, saúde do trabalho e responsabilidade social da Fundação Vanzolini. Engenheiro civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e Ph.D. pelo Imperial College de Londres. Especializado na certificação AQUA-HQE, baseada na certificação francesa HQE (Haute Qualité Environnementale) e sistemas de gestão. Atuou como diretor da engenharia civil e coordenador da qualidade no Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo e foi diretor da Associação Brasileira de Normas Técnicas.