Forma Colaborante Steel Deck

Steel deck

e receba respostas dos melhores fornecedores em até 3 dias. Serviço disponível em SP - RJ - MG.

Grupo MBP

  • DESCRIÇÃO DO PRODUTO

    Fabricada com aço especial ZAR 280 galvanizado Z275, a Forma Colaborante Steel Deck é usada na estruturação de lajes mistas. Ela proporciona maior segurança no trabalho, pois funciona como uma plataforma de serviço e de proteção aos operários que trabalham em andares inferiores. É fácil de ser instalada, acarreta na diminuição da mão de obra, proporciona rapidez na construção e na concretagem, possibilitando a execução de pavimentos simultaneamente. O produto atende à norma NBR 14.323.

  • Especificações Técnicas

    Forma Colaborante Steel Deck

  • Linhas / Modelos

    Modelos:
    MBP-SD-75;
    MBP-SD-50.

  • Uso / Aplicações

    Usada na estruturação de lajes mistas.

  • Vantagens

    Dispensa o uso de escoras, liberando os pavimentos para outras atividades;
    Redução no desperdício de material (resíduo de obra);
    Facilidade de instalação com a diminuição da mão de obra e maior rapidez construtiva, uma vez que a fôrma fica incorporada ao sistema, eliminando etapa de desforma;
    Facilidade de passagem de dutos e fixação de forros;
    Eliminação/redução da armadura positiva;
    Maior segurança no trabalho, pois funciona como plataforma de serviço e de proteção aos operários que trabalham nos andares inferiores;
    Velocidade no processo de concretagem, permitindo execução de pavimentos simultaneamente;
    Possibilita a instalação de conectores de cisalhamento, para o uso de vigas mistas, resultando em economia também na estrutura metálica;
    Possibilidade de utilização em estrutura metálica, vigas de concreto ou alvenaria.

  • Composição

    Aço especial ZAR 280 galvanizado Z275.

  • Desempenho

    Consumo do concreto no modelo MBP-SD-75, conforme abertura total da laje:
    130 mm: 0,0954 (m³/m²);
    140 mm: 0,1054 (m³/m²);
    150 mm: 0,1154 (m³/m²);
    160 mm: 0,1254 (m³/m²);
    170 mm: 0,1354 (m³/m²);
    180 mm: 0,1454 (m³/m²);
    190 mm: 0,1554 (m³/m²);
    200 mm: 0,1654 (m³/m²).

  • Dimensões / Peso

    Comprimento: até 12 m;
    Espessuras: 0,80, 0,95 e 1,25 mm;

    MBP-SD-75:
    Largura útil: 795 mm;

    MBP-SD-50:
    Largura útil: 915 mm.

  • Instalação

    Posicionamento das chapas:
    Antes de se iniciar o posicionamento das chapas, deve-se verificar se estas se encontram limpas e secas, sobretudo, quando houver soldagem prevista no processo. Quando soldagens são previstas entre conectores e perfis, recomenda-se apenas decapagem da superfície;
    Durante o posicionamento das chapas, deve-se verificar o lado correto de posicioná-las, a fim que as mossas de alto relevo estejam posicionadas para receber o concreto;
    Concretagem da laje:
    A superfície da chapa que irá receber o concreto deve estar limpa, livre de detritos, impurezas e óleos para execução da concretagem. Todas as juntas de chapa devem garantir a selagem do concreto fresco. Esta selagem pode ser garantida pela colocação de fita adesiva nas juntas ou outro material com características estanque;
    A equipe de concretagem deve ser limitada, favorecendo organização do trabalho. O concreto deve ser depositado o mais próximo possível das linhas de apoio da estrutura, e devem ser evitados acúmulos excessivos, bem como devem ser respeitadas as normas e procedimentos para controle de qualidade do concreto.

  • Normas e Certificados

    NBR 14.323.

Tem alguma dúvida? Solicite aqui mais informações