Qualidade no processo da alvenaria estrutural

Publicado em: 12/09/2007

O processo de execução de alvenaria estrutural, no qual os blocos de concreto são utilizados como elementos da estrutura da edificação, está em franco desenvolvimento no Brasil. Com a instalação de equipamentos importados e nacionais, essa tecnologia vem ocupando um espaço importante na construção civil.

Por demandar menor tempo de construção, as edificações executadas em alvenaria estrutural são as indicadas para empreendimentos com prazos de conclusão rígidos, a custos menores comparativamente à estrutura convencional. Os exemplos vão de simples muros a residências, edifícios de diversas alturas e estruturas para grandes obras, como hipermercados e indústrias.

Mas todas as possibilidades de utilização dos blocos de alvenaria impõem um detalhe essencial: a qualidade. É fundamental que os blocos atendam às especificações dos projetistas no que se refere à resistência à compressão, absorção de água, dimensão e retração por secagem. Tais características são definidas na norma brasileira NBR 6136 e suas correlatas.

Quando do recebimento dos blocos no canteiro de obras, uma amostragem deve ser retirada para ensaios, visando garantir a aplicação de blocos estruturais de qualidade comprovada.

É importante que os responsáveis pela aquisição e aplicação dos blocos estejam conscientes desse procedimento. Uma forma de garantir isso é fazer com que os engenheiros passem por um treinamento específico, objetivando o conhecimento de detalhes simples, mas de vital importância na garantia da qualidade dos empreendimentos.

Em sua maioria, os laboratórios de concreto na região Sul estão preparados para ensaiar os blocos de concreto. Cabe ao engenheiro e ao comprador a responsabilidade de fiscalizar e verificar sua qualidade. A aplicação de produtos de má qualidade, sem a devida comprovação, imputa ao construtor a responsabilidade civil que a lei preconiza.

Devido a esses e outros motivos, como a implantação do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade na Construção Habitacional (PBQP-H), que impõe níveis de qualificação dos produtos e construções, está se tornando uma realidade entre nós a busca pela qualidade dos processos de construção. Como exemplo, existe a BlocoBrasil, que é uma associação de fabricantes de blocos de concreto, voltada para o fomento desse processo executivo, com treinamento técnico de aplicação dos blocos, cursos e palestras, bem como atendimento técnico pós-venda.

A ABCP Sul, entidade mantida pelos fabricantes de cimento, também está engajada nesse processo de qualidade, disponibilizando atendimento técnico aos fabricantes e construtores e buscando difundir esse processo mundialmente utilizado.

A sociedade deve exigir qualidade dos produtos. Cabe aos fabricantes, engenheiros e técnicos cumprir com os mais altos propósitos éticos, zelando pelas vidas dos que irão utilizar as edificações resultantes das obras de engenharia.