Caminhão-pipa tem configurações apropriadas para diferentes aplicações

Conhecido também como caminhão-tanque, esse veículo pode ser utilizado em abastecimento de água, irrigação, lavagem de vias, terraplenagem, entre outras funções. Veja mais a seguir

Publicado em: 18/05/2018Atualizado em: 14/11/2022

Texto: Redação PE


 O cliente fornece o caminhão e o fabricante instala o tanque e toda a estrutura necessária para aplicação do veículo (TFoxFoto/ Shutterstock)

O caminhão-pipa é um veículo equipado com reservatório para transportar água, utilizado em uma diversidade de funções como irrigação, limpeza de pavimentos asfálticos, controle de poeira, terraplenagem, lavagem de ruas, abastecimento de água, entre outras. Embora seja amplamente utilizado por órgãos públicos para abastecer locais que eventualmente estejam sem água, esse equipamento também é uma solução para o transporte de material pulverulento e líquidos corrosivos. Para cada utilidade, há uma estrutura apropriada de caminhão-pipa ou caminhão-tanque, como também é conhecido.

Veja também: Caminhão 26280 6x4

O cliente fornece os caminhões para os fabricantes instalarem o tanque pipa completo no chassi e fazerem todas as adaptações técnicas necessárias. A industrialização de toda a parte estrutural e dos principais componentes que transformam um cavalo mecânico em caminhão-pipa é feita pelo fabricante, que providencia toda a implementação de itens, montagem, testes de desempenho e entrega final do produto.

Os modelos que transportam água potável ou contaminada por produtos químicos são equipados com reservatório fabricado em aço inoxidável ou aço carbono, contando com proteção interna e tratamento da chaparia para posteriormente ser aplicada uma tinta epóxi grau alimentício. Já os modelos que não transportam água de consumo humano ou animal possuem reservatório feito em aço carbono, com uma pintura interna de fundo anticorrosivo.

ESTRUTURA

Lazaro Cassaro, do departamento de engenharia de desenvolvimento de produtos da Gascom, explica que as diferenças nas partes estruturais de caminhões-pipa que transportam água e produtos perigosos existem em função de normas vigentes. “Os caminhões que transportam água não possuem normas regulamentares para a fabricação do tanque, enquanto os veículos de produtos perigosos devem obedecer às normas do Inmetro”, diferencia.

Há caminhões-pipa que transportam produtos perigosos não corrosivos, como óleo diesel, enquanto outros carregam produtos corrosivos, como calda pronta de fertilizantes e defensivos, condição que exige revestimento no interior dos tanques
Lazaro Cassaro

“Essas normas exigem alguns critérios técnicos para valorizar a segurança e a resistência mecânica dos veículos, relacionadas ao tipo de produto transportado e à pressão a que o mesmo é submetido. Por exemplo, há caminhões-pipa que transportam produtos perigosos não corrosivos, como óleo diesel, enquanto outros carregam produtos corrosivos, como calda pronta de fertilizantes e defensivos, condição que exige revestimento no interior dos tanques”, explica Cassaro.

As condições de uso influenciam, portanto, na especificação de chapas de diferentes espessuras e às vezes nas distâncias entre quebra ondas, conforme o volume dos tanques.
Para transportar água potável, os fabricantes geralmente fornecem tanque com revestimento interno especial, com laudo de potabilidade. 

CAMINHÃO-TANQUE 

Além do tanque transportador, devem ser instalados alguns itens em diferentes partes do veículo. “Pela cabine do motorista é colocada uma barra de irrigação com comando, e nas laterais são introduzidos acessórios de espargimento”, detalha Thiago Romanelli, do departamento comercial da Romanelli. “Esses assessórios também podem ser situados na parte traseira superior do tanque e opcionalmente na frente do caminhão. Eles são interligados diretamente com a bomba de água de carga e descarga do caminhão tanque”, complementa.

Romanelli explica que os modelos de caminhão-pipa existentes no mercado brasileiro possuem estrutura robusta, dimensionada para suportar os ambientes agressivos do setor agrícola, de terraplanagem e obras de pavimentação asfáltica. “Os modelos com bomba de carga e descarga tipo centrífuga são de alta eficiência, e a barra irrigadora traseira pode funcionar tanto por gravidade como por bomba, ambas com controle pneumático diretamente da cabine do motorista”, diz.

Os modelos com bomba de carga e descarga tipo centrífuga são de alta eficiência, e a barra irrigadora traseira pode funcionar tanto por gravidade como por bomba, ambas com controle pneumático diretamente da cabine do motorista
Thiago Romanelli

Quanto aos cuidados para conservação do tanque, os procedimentos são diferenciados. Se o tipo de produto transportado não for corrosivo, basta realizar uma limpeza simples utilizando panos e estopas para retirada de possíveis partículas depositadas no interior. Caso o produto seja corrosivo, há necessidade de revestimento interno anticorrosão compatível com sua composição química.

A limpeza interna pode ser feita apenas por recirculação de água limpa no interior, através da bomba de carga e descarga. Os especialistas garantem que a principal forma de se evitar contaminação da água é escolhendo corretamente as fontes de abastecimento onde ela é captada.

MODELOS

A capacidade dos caminhões-pipa pode variar de 5 mil a 20 mil litros, conforme a necessidade do usuário. Eles possuem sistema operacional por comando eletro/pneumático instalado na cabine do caminhão e acionado diretamente pelo motorista. Confira alguns modelos existentes no mercado:

- Tratamento de solo: utilizado para tratamento de solo e irrigação por aspersão de jatos d’água reguláveis, em encostas ou terrenos planos. Possui aspersor duplo, guarda-corpo, barra irrigadora, caixa-bomba, escorvador e carretel de mangotinho.

- Lavação: usado em operações de lavação de pistas ou pisos, irrigação de gramados, jardins ou lavação por jateamento de alta pressão. Possui guarda-corpo, irrigador inferior, caixa bomba e barra irrigadora.

- Combate a incêndios: utilizado para combater incêndios, controlar queimadas, executar operações multitarefas nos setores agrícolas e florestais. Equipado com escorvador, carretel de mangotinho, caixa bomba e barra irrigadora.

- Irrigação: utilizado nos segmentos florestal e citrícola, combina a irrigação localizada de muda-planta com combate a incêndios e aplicações multitarefas. Possui barra de irrigação, canhão monitor, guarda-corpo, escorvador, caixa-bomba e suportes laterais tipo bandeja.

- Multitarefa: usado em operações de abastecimento, tratamento de solo irrigação e lavação em geral. Possui aspersor único, guarda-corpo, carretel de mangotinho, escorvador, caixa-bomba e barra irrigadora.

- Multitarefa para lavoura: opera caldas prontas de inseticidas, herbicidas, fungicidas ou acaricidas nas culturas de cana, algodão, citrus, florestas e grãos, além de apoiar no combate a incêndios e operações multitarefas. Possui canhão monitor, conjunto de lavação de embalagens, guarda-corpo, saída para abastecimento e caixa-bomba.

Leia também: 
Produtividade e robustez devem ser consideradas na escolha de caminhões
Saiba quais cuidados tomar na hora de carregar caminhões

COLABORAÇÃO TÉCNICA:

Lazaro Cassaro, departamento de engenharia de desenvolvimento de produtos da Gascom

Thiago Romanelli, departamento comercial da Romanelli