Filtrar

PESQUISE POR ESTADO E REGIÃO

REGIÃO DE ATENDIMENTO

Fundações Moldadas in-loco

Fundações – instrumentação

A instrumentação em fundações está associada a estudos práticos e teóricos de instrumentos e seus princípios científicos, usados para acompanhar o comportamento de diferentes medidas como: pressão, deformação, vazão, tensão, temperatura, entre outras. A partir dessa instrumentação em fundações que é possível descrever o comportamento de diversos materiais.

Formas básicas de instrumentação

As formas básicas de instrumentação podem ser realizadas usando os seguintes princípios de funcionamento de sensores: pneumáticos, hidráulicos, elétricos, mecânicos, óticos, de luz e por vibração.

Os extensômetros elétricos são largamente usados para medida das deformações em estruturas de concreto e podem ser classificados em três categorias: extensômetro de fio, extensômetro semicondutor e extensômetro de lâmina.

Esses extensômetros ainda possuem diversas vantagens, como: realiza medições de grande precisão, são leves e pequenos, possuem excelentes repostas aos fenômenos dinâmicos e linearidade, podem ser utilizados em uma grande faixa de temperatura, submersos à água e ainda possibilitam medições à distância.

Tipos de instrumentação em fundações

A instrumentação em fundações é amplamente utilizada para fins geotécnicos e existem vários tipos de aplicações em que podem ser usadas. Existem as técnicas de instrumentação para medidas de deslocamentos e deformações, para cargas, para tensões totais, para pressões neutras, para vazões, para vibrações e para o estudo do mecanismo de transferência de carga de fundações profundas.

Leia mais

Revisão da NBR 6122 traz novidades no projeto e execução de fundações

Radier de concreto é solução de fundação rasa para vários tipos de solo

Como fazer fundações de torres de transmissão?