Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Telhas zipadas

Indicada para projetos de grande porte que precisam de níveis de estanqueidade elevados, a telha zipada é contínua, ou seja, não possui emendas, e fixada por meio de encaixes, de forma que os parafusos não fiquem aparentes. Há alguns anos, esse tipo de telha era empregado exclusivamente em indústrias. Hoje, já pode ser visto em centros de distribuição, estabelecimentos de varejo, aeroportos, arenas esportivas etc. Também é encontrado em projetos arquitetônicos ousados e em locais com microclima agressivo (próximo ao mar, por exemplo).

A telha zipada é composta de diferentes tipos de metais, como aço galvanizado, galvalume, alumínio, cobre, zinco ou aço inox, na cor original ou pintados. Para garantir o conforto termoacústico é possível formar um"sanduíche" com lã de PET, poliuretano ou EPS entre a telha superior zipada e a inferior trapezoidal.

Entre as suas principais vantagens estão a durabilidade, a capacidade de vencer grandes vãos, a possibilidade de se instalada sobre qualquer tipo de estrutura nova ou já existente e a perfilhação em comprimentos variados (acima de 130 m).

Como especificar telhas zipadas

O projetista é o responsável pela customização da telha de acordo com as necessidades do projeto, considerando a matéria prima utilizada, a espessura e a densidade. Hoje, o mercado oferece soluções para os projetos mais inovadores e diferentes.

Execução das telhas zipadas

A montagem do sistema de telhas zipadas é feita no canteiro de obra por perfiladoras computadorizadas. Em alguns casos, é necessária a elaboração de um molde para teste preliminar em tamanho natural para verificar a viabilidade do sistema nos pontos mais críticos da edificação.

O produto deve respeitar a NBR 16.373 - Telhas e Painéis Termoacústicos - Requisitos de Desempenho -, da Associação Brasileira de Normas Técnicas, que determina requisitos de classificação de desempenho para especificação, fabricação e fornecimento de telhas metálicas (não apenas zipadas).

Instalação passo a passo

O primeiro passo antes da montagem das telhas zipadas é a avaliação da estrutura metálica que as sustenta: as telhas precisam estar bem niveladas e alinhadas. Feito isso, elas são então fixadas diretamente na estrutura com clipes distribuídos da cumeeira até o beiral.

A distância entre os clipes varia de acordo com a largura da telha. Se as peças tiverem mais 30 cm, clipes móveis são os mais indicados, pois permitem a dilatação e evitam esforços na estrutura. O perfilhamento pode ser feito no solo ou no local onde serão instaladas as telhas com o auxílio de guindastes.

Após o perfilhamento, as telhas são encaixadas nos clipes para impedir que se movimentem antes de serem zipadas. A zipagem em si é feita com uma zipadeira portátil encaixada na sobreposição entre duas telhas, onde ficam os clipes. A máquina enrola as extremidades das chapas ao longo de toda a cobertura.

Por fim, é feito o acabamento junto às calhas (rufos, arremates, cumeeiras e pingadeiras). Como é o acabamento que garantirá a estanqueidade do sistema de telhas zipadas, ele deve ser feito com o máximo de cuidado.

Leia mais sobre telhas zipadas

Telhas zipadas são produzidas sob medida para coberturas de grande porte