Filtrar

PESQUISE POR ESTADO E REGIÃO

REGIÃO DE ATENDIMENTO

Lajes treliçadas

A Laje Treliçada é uma alternativa à laje maciça de concreto para reforçar e suportar lajes em obras residenciais de pequeno porte. É mais econômica, mais leve e permite vencer grandes vãos.

Laje Treliça Cerâmica ou Isopor

Laje.Com Comércio de Materiais para Construção

Laje Treliça Cerâmica ou Isopor

Laje treliçada é um sistema de laje pré-moldada, composta por vigotas de concreto armado pré-fabricadas com armaduras de aço em...

Laje Treliça Cerâmica ou Isopor
Laje Treliçada

Eco Verde

Laje Treliçada

A Laje Treliçada da Ecoverde é recomendada para substituir a laje moldada in loco. É confeccionada com um material mais leve e...

Laje Treliçada
Lajes Treliças
Lajes Treliças
Painéis Treliçados
Painéis Treliçados

Além disso, é fácil de montar, pois, por ser pré-moldada ou pré-fabricada, já chega pronta à obra. Dispensa a necessidade de tablados de madeira sobre os quais se faz a concretagem e, assim, reduz a quantidade de fôrmas, usadas somente para posicionar as escoras. O ponto negativo é que pode ser mais vulnerável a trincas.

A laje pode ser treliçada por vigotas ou painéis. A laje treliçada por vigotas é composta por uma sapata de concreto onde a armação treliçada é posicionada, por vigotas pré-fabricadas com armaduras positiva e negativa, além de enchimentos que podem ser blocos de isopor, blocos cerâmicos ou blocos de concreto.

Já a laje treliçada por painéis tem uma sapata de concreto e painéis colocados paralelamente, assim como na laje de concreto maciça. A especificação deve ser feita por um projetista estrutural considerando a capacidade da laje. Lajes mais resistentes exigem treliças mais altas, por exemplo.

É importante especificar, além da altura, o tamanho das placas e o tipo de treliça desejado, assim como armaduras adicionais para os painéis ou vigotas. Quanto mais detalhado for o projeto, melhor será o desempenho da laje.

Execução de uma Laje Treliçada

Veja, a seguir, o passo a passo para a execução de uma laje treliçada por vigotas:

  • O primeiro passo é o escoramento. As escoras horizontais devem ser colocadas no sentido inverso do apoio das vigotas. Já as verticais precisam ser fixadas com calço e cunhas em um contrapiso firme. Os escoramentos são retirados 18 dias depois da concretagem;
  • Depois, colocar as vigotas lado a lado;.
  • Furar nos locais previstos no projeto para a passagem dos fios elétricos;
  • Fixar as armaduras positivas e negativas no sentido transversal e perpendicular às vigotas;
  • Partindo das extremidades, encaixar os blocos (de EPS, cerâmica ou concreto) entre as vigotas, deixando um pequeno espaço entre a vigota e o bloco;
  • Cobrir os blocos com as armaduras de distribuição;
  • Fazer a concretagem.

Algumas lajes possuem apenas uma faixa de treliças e, outras, placas largas que ocupam toda a laje.

Enchimentos de uma Laje Treliçada 

Entre os enchimentos mais comuns estão o de EPS e o de cerâmica. A laje treliçada com EPS suporta cargas pesadas e reduz a necessidade de concreto na obra. Ela também proporciona isolamento termoacústico; é leve, o que a faz pesar menos em estruturas e fundações. É fácil de transportar; sua execução é rápida; e necessita de menos escoramento do que outros tipos de laje.

Já a Laje Treliçada com cerâmica não precisa de fôrmas. Assim como a laje com preenchimento de EPS, ela suporta cargas pesadas, podendo ser aplicada em qualquer tipo de estrutura. É leve, reduzindo o peso da laje; é fácil de transportar e executar; e a necessidade de escoramento é pequena.

Leia também: Dicas para evitar e corrigir patologias de lajes.